24
Set 09

 

 

Luanda - A indisponibilidade de verbas inscritas no Programa de Investimentos Públicos (PIP) 2009, do Ministério da Ciência e Tecnologia, está a condicionar a execução dos programas do sector constantes do Plano Nacional do Governo, aprovado no orçamento revisto.
 
A informação foi avançada hoje pela ministra da Ciência e Tecnologia, Cândida Teixeira, durante uma visita de trabalho de um grupo de deputados da Sexta Comissão da Assembleia Nacional, encabeçado pelo coordenador da subcomissão da Ciência e Tecnologia, Pedro Domingos Peterson.
 
Segundo a governante, a falta de verbas do PIP fez com que nenhum dos programas do sector inseridos no Plano Nacional do Governo Central fosse implementado, nestes nove meses de execução financeira.
 
O Ministério da Ciência e Tecnologia previa receber inicialmente 289 milhões e 600 mil kwanzas para a cobertura de 21 projectos (não especificados), inseridos em quatro programas. A revisão orçamental levou a uma redução de até 68 milhões, para três projectos, que aguardam por cabimentação.
 
A Sexta Comissão da Assembleia Nacional responde pelos sectores da Educação, Ciência e Tecnologia, Cultura, Assuntos Religiosos, Juventude, Desportos e Comunicação Social.
 
No âmbito das suas atribuições, desenvolve visitas de constatação para avaliar o desempenho desses sectores, relativamente ao programa geral do Governo.   
 
De acordo com Cândida Teixeira, face às dificuldades orçamentais, o ministério tem estado a cingir a sua acção em deslocações ao interior do país, com vista a disseminar informações sobre a importância do órgão na vida nacional, além de constatar as capacidades técnico-industriais de algumas regiões.
 
Estabeleceu ainda acordos de cooperação com alguns países, sendo o Vietname, África do Sul e Portugal, além de negociações com Cuba, Argentina, França, Alemanha e Moçambique com vista a assinatura de novos protocolos.
 
O reforço e estreitamento das relações instituições com as diversas estruturas públicas e privadas constituiu, também, prioridade, neste primeiro ano de exercício governativo.
 
Segundo a responsável, espera-se nos próximos tempos proceder ao levantamento da "massa cientifica" nacional, a fim de definir-se "quantos são e onde estão".
 
Trabalha, igualmente, no mecanismo de Coordenação da Política de Investigação Científica, que teve como uma das experiências a Feira do Inovador realizada recentemente em Luanda.
 
Domingos Peterson considerou satisfatório o desempenho do Ministério da Ciência e Tecnologia, apesar do corte orçamental que coloca certos constrangimentos ao seu normal funcionamento.
 
Apontou os contactos com as diversas universidades, unidades fabris e áreas laboratoriais de várias instituições como sendo exemplos do cumprimento do objecto social do Ministério da Ciência e Tecnologia.
 
Depois dos debate frente-a-frente, os deputados percorreram as instalações, acompanhados da titular da pasta.
 
FONTE: www.angolapress-angop.ao
 
Nota: Esse ministério deve ser levado a serio, porque temos capacidade de desenvolver tecnologias ou aperfeiçoar, e os projectos devem merecer os devidos acompanhamento e investimentos.
Não quero criticar aqui a acção do governo que reduziu a verba do Ministério da Ciência e Tecnologia, mas quero aqui levantar a minha voz para pedir ajuda sobre essa sector indispensável para o país que queremos desenvolver, Angola
 

 

publicado por beco1001 às 02:58
 O que é? |  O que é? | favorito
sinto-me: desamparado

23
Set 09

 O coletivo de hackers NYC Resistor resolveu instalar um tocador de MP3 em uma granada de mão de treinamento desativada.

O motivo alegado era simplesmente uma ideia perigosa "difícil de resistir", divulgou o site BoingBoing nesta terça-feira (22).

Divulgação
Granada-MP3, experimento do NYC Resistor, baseado em granada de mão desativada, produzido com medo da ilegalidade do processo
Granada-MP3, experimento do NYC Resistor, baseado em granada de mão desativada, produzido com medo da ilegalidade do processo

O grupo NYC Resistor encomendou e recebeu a granada pelo correio e os participantes relatam "muito medo e excitação" no processo, apesar de tentarem manter a cabeça fria.

O problema é que encomendar munições seria proibido, então sentiram um conflito interno. Depois de discussões, concluíram que, embora comprar granadas de treinamento desativadas não era de fato ilegal em Nova York, seria algo que não fariam nunca mais.

Assim, o grupo colocou um plug de áudio 1/8 (3,5 milímetros) como pino no buraco da granada, como um sonho de infância. "Pareceu bacana" e "muito bonito", disse Cory Doctorow, um dos responsáveis pelo experimento.

Foram utilizados dois tocadores de MP3 Sansa de 2 gigabytes. Dois deles porque, na primeira tentativa, o player estragou. Na segunda, com mais cuidado na soldagem, com pontos menores e mais preciso, o experimento acabou dando certo.

FONTE: http://www1.folha.uol.com.br/folha/informatica/ult124u627612.shtml

 

Nota: Está ai o que eu gostaria de fazer nas ferias. mas pensando bem prefiro passar as ferias jogando video game ou lendo alguns livros bons

publicado por beco1001 às 17:49
 O que é? |  O que é? | favorito
sinto-me: presionado
tags: ,

22
Set 09

 A nova versão do mensageiro agora é obrigatória, mas como contornar os erros recorrentes do Windows Live Messenger 2009?

Com o anunciado fim da versão 8.5 do Windows Live Messenger, o download da versão 2009 parece é a solução mais recorrente, mas acontece que o comunicador pode apresentar alguns inconvenientes. A Microsoft se precipitou na implementação de um programa que não está correspondendo à expectativa dos usuários, seja por complicações nos recursos ou pela aparição de novos erros. Seja qual for a sua dúvida, aqui vai um tutorial para ajudar você com a versão 2009 do MSN.

Não deveriam, mas os erros e bugs do Messenger existem e são reconhecidos pela própria Microsoft. A empresa declarou estar correndo atrás de uma solução definitiva para o problema, mas enquanto este dia não chega, o melhor a fazer é arregaçar as mangas e partir ao trabalho. Dirija-se direto ao ponto caso você reconheça sua dificuldade, caso contrário, siga todos os passos até seu MSN voltar ao normal.

Os bugs persseguem seu MSN?


Se não funcionou, desinstale!


Caso você tenha sido uma das vítimas de bugs no novo MSN, deletar o programa é uma alternativa mais eficaz do que ficar chorando sobre a mensagem de erro. Não tenha piedade, desinstale o programa “Windows Live Essencials” do seu computador e, caso ainda exista, também as versões anteriores do seu MSN. Você poderá fazê-lo através da ferramenta Adicionar ou Remover Programas do Painel de Controle ou com a ajuda de um desinstalador.

Comece desinstalando o MSN


Instalador Online?

Baixar a versão offline do Messenger 2009O primeiro e mais criticado ponto da instalação ou atualização do MSN é justamente a sua instalação. No mesmo pacote do MSN são oferecidos diversos outros programas e, para não tornar o arquivo desnecessariamente grande, foi adotado um instalador online. Ele funciona bem em conexões banda larga, embora o mesmo não ocorra em internet discada ou de baixa conectividade.

Pensando em minimizar os erros de instalação em bandas limitadas, a Microsoft também disponibiliza o download do arquivo completo. Vale lembrar que o programa possui 136 MB e o download pode demorar, para retomar o processo sem corromper o arquivo, utilize um gerenciador de downloads.


Instalação passo a passo

Ótimo, agora você conta com um programa de instalação convencional e com a certeza de que todos os arquivos foram recebidos corretamente. Execute o programa que você baixou, leia atentamente e em seguida aceite o contrato de serviço.

Aceite o contrato

A seguir, selecione o Messenger na lista de programas a serem instalados, repare que todos os demais são opcionais e de nada interferem no funcionamento do MSN. Ao final, clique em aceite para passar para a próxima etapa.

Selecione o Messenger na instalação

Após uma breve verificação, o instalador vai apontar possíveis programas que precisam ser fechados para não comprometer a instalação. Marcando a opção de cima, o instalador se encarrega de fechar os programas automaticamente.

Feche os programas

Aguarde até o final da instalação e, ao final, selecione se deseja aplicar o MSN com sua ferramenta de busca ou como sua página inicial de navegação. Mais uma vez estes são opcionais e de nada interferem no funcionamento do comunicador.

Finalize a instalação


Mas onde fica este programa?

Ao contrário das versões anteriores, nenhum atalho para o mensageiro é criado em sua área de trabalho durante a instalação, prejudicando na localização do programa. Para resolver isto, abra o Windows Explorer e encontre a pasta “C:\Arquivos de programas\Messenger”. Localize então o executável “msnmsgr” com o símbolo do MSN e arraste-o para a área de trabalho, desta maneira você estará criando um atalho para o executável do programa.


Lista de contato em branco (o campeão de das reclamações)


Modo de compatibilidadeMesmo após instalar o programa perfeitamente por diversas vezes, o Windows Live Messenger 2009 pode ocasionar na famosa lista de contatos em branco, no lugar dos seus amigos, a janela do MSN exibe um grande espaço vazio. Felizmente seus contatos não se perderam e tampouco foram deletados, o erro é do programa que não consegue importar os dados corretamente.

Mesmo sem muito fundamento, uma dica que tem circulado com bons resultados pela internet é a ativação do modo de compatibilidade. Para isso, comece desconectando e fechando por completo o MSN (não apenas minimizando-o perto do relógio).

Localize a mesma pasta do item anterior (C:\Arquivos de programas\Messenger) e atente-se para o executável “msnmsgr”. Clique com o botão direito sobre ele e selecione a opção Propriedades e então para a aba Compatibilidade. Ative a opção “Executar este programa no modo de compatibilidade” e escolha o Windows 2000. Não mexa em nenhum outro item da janela e aceite a mudança, agora se conecte novamente.


Medidas desesperadas!


Temos aqui dois grandes grupos de usuários, os que amam a nova versão do Windows Live Messenger e estão dispostos a tudo para vê-lo funcionando em seu computador e os que não estão nem ai para tanto frufru e querem mesmo é mandar mensagens sem esbarrar em tantos erros.
Baixar o aMSN
Por algum motivo, o programa só apresenta erros como o da lista de contato em branco quando atualizado a partir de uma versão anterior. Ou seja, formatar o computador einstalar tudo novamente é uma solução drástica, mas que promete fazer com que o seu querido Messenger 2009 funcione perfeitamente.

Pouco lhe importam as melhorias do novo MSN, você só mudou por conta da exigência da Microsoft? Existe um programa alternativo campeão quando o assunto é estabilidade e compatibilidade: o aMSN. Trata-se de um clone do famoso mensageiro capaz de funcionar até mesmo em computadores antigos, pois descarta qualquer grande feito visual.
Onde mais buscar
Erros diversos

Os procedimentos acima são exclusivos para a solução de erros da versão 2009, mas isto não implica que erros anteriores não recorram. Se ocorrem outros problemas em seu MSN, não deixe de conferir os seguintes artigos:

E os programas:

Não cabe ao Baixaki julgar a decisão da Microsoft de exigir a última versão de um programa que ainda não atende à qualidade exigida por seus usuários. Como dito, a empresa promete trazer soluções em pouco tempo para os problemas que o MSN 2009 tem enfrentado, mas até então o jeito é se virar com as dicas acima.

 

FONTE: http://www.baixaki.com.br/info/2766-msn-messenger-2009-resolva-seus-problemas.htm<input ... ><input ... >

publicado por beco1001 às 16:05
 O que é? |  O que é? | favorito
sinto-me:

20
Set 09

Hã?! Será que você está prejudicando sua saúde sem perceber?

Apesar de isto ter virado moda há pouco tempo, os fones de ouvido já estão presentes no mercado bem antes de ouvirmos falar em MP3 player, iPod, iPhone, etc. Os fones tornaram-se mais comuns em meio aos adolescentes, mas os mais velhos também aderiram ao acessório. Prova disto é que até mesmo os aparelhos de telefone agora possuem entrada para fones de ouvidos, os quais, em muitos casos, já fazem parte do kit básico que vem junto com o aparelho.

Com a popularização dos MP3 players, tornou-se muito comum encontrar pessoas com fones de ouvido nos mais variados ambientes, com o transporte público seguindo como líder absoluto do lugar que possui mais pessoas “surdas” por metro quadrado.

Não é de hoje que existe uma preocupação grande com as pessoas que passam muito tempo fazendo uso deste acessório aparentemente inofensivo. Muitos estudos e pesquisas têm sido feitos nesta área, e os resultados são preocupantes. Mas será que isso tudo é verdade? Será mesmo que a utilização dos fones de ouvido pode prejudicar a nossa saúde?

 

Entendendo um pouco o decibel

Para facilitar a compreensão dos dados mostrados mais abaixo é preciso que o usuário esteja mais familiarizado com a unidade utilizada para medir a intensidade de um som, o decibel. Na escala decibel, o menor som audível possui uma intensidade de 0 dB. Como se trata de uma escala logarítmica, um som dez vezes mais forte do que o menor som audível possui intensidade igual a 10 dB, um som cem vezes mais forte, 20 dB, um som mil vezes mais forte, 30 dB, e assim por diante.

Para ficar mais claro, que tal um ideia prática? Confira abaixo a intensidade de alguns sons mais corriqueiros.Decibel, unidade de medida da intensidade do som
 

  • Quase silêncio total - 0 dB.
  • Sussurro - 15 dB.
  • Conversa normal - 60 dB.
  • Buzina de automóvel - 110 dB.
  • Show de rock - 120 dB.
  • Tiro ou rojão - 140 dB.

A exposição a um som com intensidade de 90 dB por mais de sete horas pode causar alguns danos à audição, mas basta um segundo para que um som com 140 dB de intensidade cause danos irreversíveis à sua audição, chegando a causar dor.

Hein?! Hã?! Não ouvi, pode repetir?!

É normal às vezes não conseguirmos ouvir o que a outra pessoa está nos falando, principalmente se tiver muito ruído no ambiente. Mas se isto está se tornando muito frequente, mesmo em ambientes silenciosos, e você é um utilizador assíduo de fones de ouvido, saiba que pode ser um sinal de que alguma coisa não está muito bem com sua audição.

Hã?Em uma pesquisa realizada nos Estados Unidos, mais da metade dos adolescentes entrevistados, todos “dependentes” de fones de ouvidos, apresentaram três dos principais sintomas de perda de audição: ouvir constantemente zumbidos e barulhos de campainhas, aumentar o volume da TV e do rádio, dizer “Hein?!”“Hã?!” e “O quê?!” durante conversas normais e em ambientes pouco ruidosos.

Algumas pessoas apresentam ainda sintomas secundários, como o surgimento da labirintite, tontura e dores de cabeça em excesso (com a concentração na dor nas têmporas). Mas não somos apenas nós, usuários e pessoas comuns, que sofremos com o som alto e os problemas no uso indevido dos fones de ouvido.

Também é comum o relato de músicos famosos que sofreram lesões permanentes no canal auditivo. O vocalista da banda Jota Quest, Rogério Flausino, perdeu trinta por cento da audição do ouvido direito devido à exposição excessiva ao som de alta intensidade. Além dele, Eric Clapton e Phil Collins também disseram ter problemas auditivos.

Então não vou mais usar fones!

O maior problema não é o uso do fone de ouvido em si, mas sim o exagero de muitas pessoas. Quantas vezes já aconteceu de você pegar ônibus ou passar por uma pessoa com fones de ouvido que estava com o volume tão alto que era possível ouvir a música claramente mesmo estando longe? Pois é, este é o real problema quando o assunto é a saúde auditiva.

Nossos ouvidos aguentam uma intensidade sonora de até 75 dB sem sofrer dano algum, acima disso a audição já começa a ser prejudicada. Quanto maior for a intensidade, menor é o tempo que podemos ficar expostos sem sofrer as consequências mais tarde.

Há, no entanto, outro problema muito freqüente relacionado aos fones de ouvidos, mas ainda desconhecido por muitos: a dependência. Assim como a dependência química, há relatos de pessoas que tornaram-se dependentes dos fones de ouvido e não conseguem fazer absolutamente nada sem eles, mesmo que não esteja tocando música alguma. Em casos mais graves, os usuários chegam a apresentar sintomas da chamada crise de abstinência.

Dois dos principais sintomas desta dependência são a dificuldade de concentração e o nervosismo excessivo da pessoa quando ela não está com o acessório “pendurado” nas orelhas. A agressividade repentina também pode ser um indicativo de que a pessoa está precisando de ajuda, antes que a situação se agrave.

Mas afinal, faz mal ou não?!

O dito popular já fala: “tudo o que é em excesso, faz mal”. Com os fones de ouvido não poderia ser diferente. Se usado corretamente, por períodos não muito longos, e com a música, ou o que você estiver ouvindo, em um volume que você, e apenas você, consiga ouvir claramente, não há problema algum.

Do contrário pode ser que, além de incomodar as demais pessoas que estão a sua volta, você comece a ter problemas de audição.

No começo pode parecer apenas um zumbido ou uma dorzinha chata, mas no futuro pode tornar-se um trauma irreversível e será preciso conviver com isto o resto da vida.

Então, já sabe, se começar a perceber algum destes sintomas, pode ser que esteja na hora de rever a maneira com a qual você utiliza os fones de ouvido. Fora isto, é só aproveitar e curtir.

Alguém aí tem amigos ou conhecidos que está começando a ficar surdo? Será que você não está apresentando os sintomas citados acima e nem percebeu? Fique atento, é uma questão de saúde!

 
 
Fonte: http://www.baixaki.com.br/info/2737-mito-ou-verdade-fones-de-ouvido-podem-fazer-mal-a-saude-.htm

publicado por beco1001 às 16:16
 O que é? |  O que é? | favorito
sinto-me: assustado

16
Set 09

 

 

Engenheiro de computação: mais que programar, mais que projetar circuitos eletrônicos.
 
engenheiro de computação, além de poder desenvolver sistemas de informação, pode atuar em eletro-eletrônica, com foco em sistemas digitais inteligentes. É o profissional ideal para empresas que precisem interconectar equipamentos e sistemas computacionais. E é um engenheiro de fato, pois não apenas utiliza sistemas de controle prontos, ele pode também projetar e implementar tais sistemas.
O curso de engenharia da computação da UniLins completou uma década de existência em 2008. É reconhecido pelo MEC e pelo CREA. Os alunos, além das aulas teóricas e atividades complementares, vivenciam a prática de sua futura profissão em estágios e visitas técnicas. Vários ex-alunos têm alcançado posição de destaque no mercado de trabalho e em programas de mestrado de renomadas universidades. Uma pequena amostra desse sucesso está aqui, na nossa página de ex-alunos. Cada vez mais, o empresariado está tomando conhecimento desse profissional e do grande valor que ele pode agregar à suas organizações.
No dia 19 de setembro, uma equipe de 9 alunos da UniLins, estará em Araçatuba para participar de mais uma edição da Maratona de Programação, evento de abrangência mundial. Dos 9 competidores, 8 são do curso de engenharia de computação por ser, na opinião do treinador da equipe, o curso oferecido pela UniLins mais focado em problemas computacionais complexos. Mais informações sobre essa competição podem ser encontradas aqui. Veja ao lado a foto da equipe da UniLins que participou em 2008.

 

Outra novidade deste semestre é a aquisição de placas e componentes para que os alunos do curso possam desenvolver, na disciplina "Tópicos Avançados em Computação 2", projetos com a plataforma Arduino. Trata-se de uma placa de controle baseada no microcontrolador Atmega, que se destaca por ser desenvolvida dentro da concepção open-source (código aberto). Alguns exemplos de aplicações podem ser encontradas no site oficial.

 

 

 

 

publicado por beco1001 às 00:03
 O que é? |  O que é? | favorito
sinto-me:

02
Set 09

Vira a fita! De última moda as fitas K7 foram deixadas de lado e hoje são consideradas ícones POP. Aprenda a digitalizar suas relíquias musicais salvando seus K7 em CD.

Bons tempos aqueles, em que as fitas K7 passavam de mão em mão para que todos pudessem ter as músicas mais tocadas do momento e playlists exclusivos. . Há quem sinta falta das históricas K7 ou cassete, contudo há quem agradeça todos os dias o fato de a música digital chegar e acabar com os perrengues relacionados às antecessoras do CD. 

Assim como nas fitas VHS, muitas pessoas guardam relíquias em fitas K7, mas que com o tempo vão se apagando ou se perdendo. Hoje você vai aprender a transferir o áudio das suas fitas antigas para o computador e digitalizar as músicas que embalaram grandes momentos da sua vida ou que guardam ocasiões que não podem se apagar. 
O que você vai precisar

Basicamente, você vai precisar de:

Um cabo P2/P2 ou;
 Um RCA/P2;
Uma fita cassete;
Um tocador de fitas cassete;
Um software para gravação de áudio;
Placa de som;
Gravador de CD (opcional);
Espaço em disco.

O grande diferencial será o tipo de saída que seu tocador de fitas possui, já que ele pode ter saídas RCA (fig. 1) ou P2 (fig. 2), sendo assim, o tipo de cabo que você vai precisar vai depender do tipo de saída do player.  Além disso, vale lembrar que ter um tocador e fitas em bom estado de conservação são fundamentais para o sucesso da transferência de áudio. No nosso caso, usamos um cabo P2/P2, desta forma ligamos uma das saídas no plugue do fone de ouvido do nosso toca fitas.   

Exemplo de cabo com saída RCAExemplo de saída P2


Trabalhando com o que você tem

Há várias maneiras de realizar esta tarefa, com os cabos RCA, P2 e até aparelhos que fazem esta conversão quase que automaticamente como o Ion Cassete Deck (na ThinkGeek por US$129) ou o ION uRecord Vinyl & Cassete Ripper (na ThinkGeek por US$ 49) que transformam o K7 em MP3 em instantes. É claro que é inviável adquirir produtos assim, a não ser que você tenha milhares de fitas para digitalizar. Do contrário, os cabos corretos, fitas e tocador de qualidade já bastam.

Conversores profissionais de K7

Como começar

Para começar a digitalizar suas fitas, é importante frisar que seu tocador precisa ter uma saída de áudio (Line Out), já que o som sairá do tocador e entrará no seu computador por intermédio da placa de som. Se você for usar cabos RCA, preste atenção para ligar as cores entre os conectores corretamente, se for um usar um cabo P2, lembre-se de colocar na saída de áudio (saída dos fones de ouvido) ou se você tiver uma saída AUX, também pode usar.

 

No computador

A maioria dos computadores, especialmente os mais atuais, possuem placas de som com vários tipos de entradas, porém para transferir o áudio das fitas para ela você vai precisar da Entrada Analógica (conector azul). Depois de conectar seu tocador à placa, é hora de ajustar as configurações de volume. Para isso, clique no atalho para os controles de volume localizado ao lado do relógio e verifique se está tudo funcionando corretamente, caso contrário, clique em configurar para acertar o que estiver errado. 

Cada conector executa uma função

Convertendo o analógico em digital

Se você conseguiu fazer com que o som do seu toca fitas fosse reproduzido, é hora de utilizar um software para gravar o som analógico da sua K7 e transformá-lo em digital no seu HD. Para isso, você vai precisar de um aplicativo que grave áudio. Sendo assim, vamos usar o Audacity, pois ele oferece a opção de gravar o áudio executado no seu computador, além de oferecer diversas alternativas para edição e, o melhor, é gratuito. Desta maneira, faça o download do Audacity e instale-o no seu computador. 

Está gravando?

Assim que conectar o tocador na placa de som e se certificar que ela reconheceu a conexão, basta abrir o Audacity e clicar em “Gravar” (círculo vermelho). Obviamente, você vai precisar ajustar o volume da gravação, pois certamente haverá distorções. Para saber se o volume é o adequado para que o som saia nítido na gravação, preste atenção nos níveis de volume, pois eles indicam se o som está adequado, muito alto ou muito baixo. 

Configure o volume de gravação

Na figura acima, é possível observar as variações volume. Inicialmente, a gravação estava muito alta, o que ocasiona a distorção no áudio. Em seguida, o volume foi diminuído e os níveis foram se encaixando dentro das linhas cinza, e posteriormente, a música foi desligada e as linhas de volume ficaram estáveis. Você pode controlar estas variações de volume no seu tocador de fitas ou com os controles de volume do Windows na barra “Line In”. Se você quiser saber mais sobre o funcionamento do Audacity, consulte o artigo “Audacity:como gravar sons”.

Depois de acertar todos os detalhes, você pode editar suas faixas com o próprio Audacity. Inserir efeitos, criar mais faixas, separá-las, extrair o som dos vocais e muito mais. Se você acha que está tudo perfeito, é hora de salvar seus arquivos. Para isso, vá até o menu “Arquivo/Exportar”. Você pode inserir o nome do artista e da faixa, criar categorias para suas músicas e muito mais em uma janela como esta.

Crie categorias para seus arquivos

Depois de catalogar o áudio, é hora de salvar. Há vários formatos disponíveis no Audacity, mas os mais comuns são o WAV e o MP3. Vale lembrar que para salvar em MP3, você vai precisar baixar uma DLL. Isso é simples, pois assim que você solicitar que a faixa seja salva em MP3, uma pequena janela será aberta, desta forma clique em baixar para ser direcionado ao site de downloads. 

Para salvar em MP3, você precisa de uma DLL

Obviamente, há várias opções de aplicativos para realizar a mesma tarefa do Audacity. Além dele, você pode usar o MAGIX Audio Cleaning Lab (pago), Sony Sound Forge (pago), Wavosaur (gratuito) e o GTS Studio Recorder Pro (gratuito). Vale lembrar que o Windows disponibiliza uma ferramenta para captura de som chamada “Gravador de Som”, mas ela é muito básica e não custa nada baixar um aplicativo mais completo. Contudo, se você não quer complicação ele é ideal. 

Gravador que acompanha o Windows

Espaço em disco

É importante frisar que além destes componentes, você também precisa ter espaço disponível no seu HD para gravar o áudio das fitas. Dependendo do formato de gravação você vai precisar de mais ou menos espaço, por exemplo, se você gravar no formato WAV cada um minuto de áudio equivale a 10 MB, já em MP3 um minuto corresponde a 1 MB. O próprio Audacity informa quanto tempo de gravação ele consegue armazenar de acordo com o espaço disponível. Estes valores eficam visíveis na parte inferior da janela do aplicativo. 

Sempre fique atento ao espaço do seu disco

Tudo digitalizado

Finalmente você digitalizou todas as suas fitas K7 e está com vários arquivos no PC ou todo o conteúdo de uma fita em um arquivo único. Se você preferir gravar as faixas em um arquivo só, Selecione o trecho do áudiosem problemas, mas se por acaso você esqueceu-se deste detalhe não se preocupe, você pode usar vários aplicativos que dividem arquivos de áudio. O próprio Audacity faz isso, mas há opções mais simples como o Slice Audio File SplitterDJ Audio Editor e o MP3 Cutter, todos gratuitos. É claro que você precisa verificar se o formato de arquivo que você gravou (MP3, WAV, OGG) é suportado pelo programa escolhido.  

No Audacity o recorte de áudio pode ser feito da seguinte maneira: selecione o trecho da música que você quer cortar.
 
Agora, vá até o menu “Editar/Separar e criar novo”. Pronto, você terá duas faixas na tela do Audacity, agora basta selecionar uma delas e Exportar com o nome correspondente.

Divida as faixas que ficaram grudadas

O que fazer?

Depois de digitalizar sua coleção de fitas do Patinho Feio, a coletânea do Roberto Carlos que sua mãe tanto ama ou o som da sua banda, é possível utilizar os arquivos de áudio das mais diferentes formas. Uma delas é a gravação das faixas em um CD. Para isso você vai precisar de um gravador de CDs e um aplicativo que realize esta função. Além disso, você pode incluir as faixas como trilha sonora em menus de DVDs, usar as músicas para criar e editar filmes no Movie Maker ou outro editor, além de ouvir em seu Player MP3, iPod ou DVD.

Confira abaixo um trecho de uma fita K7 digitalizada. Ao longo da gravação, o volume da música sofreu variações.

Morte e vida do K7

Depois de digitalizar suas K7 você acha que será fácil se livrar delas? Com certeza a tecnologia usada na gravação das fitas já foi superada há muito tempo, mas há quem afirme que elas já fazem parte da história das pessoas e que, assim como os discos de vinil, se tornaram objetos de coleção e saudosismo. 

Pelo o que parece, as fitas ainda despertam a criatividade e interesse dos designers, Geeks e antenados na moda, tendo em vista que o número de objetos que usam o tema “fita K7” ainda é muito popular e considerado como venda garantida. Confira abaixo alguns objetos inspirados nos cassetes e tire suas conclusões sobre a morte e vida delas.  

Moda influenciada pelo passado

Se você se interessou pelo assunto, aproveite enquanto as músicas estão gravando e confira mais alguns artigos relacionados ao tema e fique sempre atualizado.

Comparações hilárias: walkman x iPod
Adeus tecnologias velhas
Como converter vídeos de fitas VHS para DVD 

Se você tiver problemas ou dúvidas, deixe seu comentário, mande um email ou utilize a sessão “Tira-dúvidas”.

 

publicado por beco1001 às 02:19
 O que é? |  O que é? | favorito
sinto-me: ocupado
tags:

Setembro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
17
18
19

21
25
26

27
28
29
30


subscrever feeds
mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

7 seguidores

pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO